terça-feira, 3 de maio de 2011

Solidão...diferente

Sinto a solidão,
A deficiência de afectos confusos, sentidos conforme a neccessidade que têm de mim.
Que fazer das palavras que ninguém quer ouvir?
E a verdade que ninguém quer saber.
Resta-me escrever, talvez assim evite o veneno das palavras amargas que me consomem.
Veneno que já os assaltou, transformando-os em corpos ocos,
deambulando pela vida, sem sentido, sem sentir, sem viver.
Incapazes de olhar e ver que há gente.
Gente que vive.
Gente que sente.
Gente que quer ser diferente.

7 comentários:

Hugo de Macedo disse...

Se as palavras, a escrita, ajudarem a exorcizar sentimentos menos bons...que seja.

Este texto foi escrito por ti, mas no entanto, curiosamente, diz muito...de mim.

Obrigado.

Momentos... disse...

Diz muito de nós...

Um beijo enorme!

Ana Isabel disse...

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência!

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade!

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes para re-alinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio!

Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente... Isto é um princípio da natureza!

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância!

Solidão é muito mais do que isto...

SOLIDÃO é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma.


Definição de Solidão dada por Chico Buarque


Um beijinho

Ana Isabel

Sempre disse...

Encontro-me nestas tuas palavras. Tão simples e tão revelador. Beijinho de carinho ;)

João Ludugero disse...

Por gentliza,
Quando tiver um tempo,
Passe lá no meu blog. Se puder e quiser, me persiga. Felicidades. Eu já estou dentro, te seguindo, pois gostei daqui do seu site formidável.
Abraços,
João

SiulM disse...

és sem dúvida diferente, para melhor!

garota do blog disse...

adorei é realmente isso
sei pq ja vivi
ja sentiii...