sexta-feira, 7 de março de 2008

Floresta Desencantada

Por detrás da névoa matinal vislumbro a floresta de betão.
O chilrear das buzinas.
Percebo o formigar agitado dos bichos de lata.
Vejo com estranhesa o sublevar dos seres,
resignados com a própria revolta.
Atónitos, incapazes de inverter o rumo.
Programados, perderam a audácia.
Cegos pela rotina, não encontram o caminho.
Expectam a estação que se avizinha,
talvez traga os ventos que espargiram as sementes da mudança.
Em alguma Primavera há-de florir a tolerancia.

Vieira MCM

3 comentários:

TaNuSkA disse...

Que belo texto... é verdade, a natureza está a ficar descaracterizada pela acção humana... É pena que só se vá tomar consciência disso tarde demais, como sempre.

Beijinho

Luís Marques disse...

Viva a Primavera!!!!!!!!!!!

Wireless disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Wireless, I hope you enjoy. The address is http://wireless-brasil.blogspot.com. A hug.