quinta-feira, 12 de julho de 2007

Com tudo, vazios

Que forças são estas que nos impelem?
Temos tudo!
Não passamos fome, não passamos sede, temos casa, carro, trabalho.
Mas que forças são estas?
Porque sofremos depressões?
Pessoas com sucesso, mas deprimidas.
Afinal será que atingimos tudo a olhar para o lado?
Para o vizinho, para podermos estabelecer comparações?
Será que nos esquecemos de querer atingir metas a olhar para dentro?
Para dentro? Perguntam!
Sim! Para dentro de nós, as nossas metas, não as dos outros.
As nossas metas, porque são nossas, porque acreditamos nelas e não porque "é bem".
Eu acredito que podemos combater a depressão com sonhos, com lutas, vitórias, com derrotas, com amor, mas nunca com os braços cruzados.
Basta ver a meta, lá dentro! Onde?
No coração.
Vieira MCM

1 comentário:

Luís Marques disse...

Cá dentro, tão vazios de tudo e cheios de nada. É como quase todos nós nos sentimos. E no entanto: temos tudo cá dentro, e somos tão vazios.
Gostei muito... Obrigado por partilhares com o mundo e com cada um de nós, o que há aí dentro.